Notícias ViverDoFutebol.com

Apagados na semi, Flamengo precisa de Diego e Everton Ribeiro brilhando na final

A classificação do Flamengo para a final da Copa Sul-Americana foi de extrema importância para o grupo. Depois de 16 anos, o Rubro-Negro volta a uma final de um torneio continental e pode amenizar a temporada recheada de decepções.

Dentro de campo, incontestavelmente a base foi decisiva, tanto no primeiro jogo, no Maracanã, quanto no segundo. Nos 180 minutos, os gols foram marcados por Juan e Felipe Vizeu, que saiu do confronto com o Barraquilla com 3 tentos.

No gol, César também foi decisivo, o goleiro foi escalado de última hora por Reinaldo Rueda e mesmo dois anos sem jogar mostrou qualidade, confiança e personalidade fazendo grandes defesas, inclusive a de um pênalti.

Cesar Junior Barranquilla Flamengo Copa Sudamericana 30112017(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Outro nome criado no clube foi importante, Paquetá. Ele se desdobrou no campo, ajudando na defesa e chegando ao ataque, foi sem dúvida o melhor jogador do primeiro tempo, onde o Flamengo se mostrou um pouco mais cauteloso, era ele quem chamava o jogo, segurava a bola e criava as oportunidades.

Na zaga, além de Juan ter feito uma grande partida, Rhodolfo também acompanhou o nível e se entregou demais. Fez talvez o seu melhor jogo desde que chegou ao clube substituindo a altura o capitão Réver.

Uma noite perfeita para a torcida Rubro-Negra que praticamente não percebeu Diego e Everton Ribeiro dentro de campo, a dupla estelar esteve muito abaixo do que pode render, não foi protagonista e nem meros coadjuvantes, não estiveram lá a não ser pelos erros de passe e de decisões que chegaram a irritar.

Diego Ribas Junior Barranquilla Flamengo Copa Sudamericana 30112017(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

A fase dos dois não é boa e isso não é de hoje, tanto Diego quanto Everton Ribeiro estão deixando a desejar, principalmente neste momento decisivo para o Flamengo. Foi assim no primeiro jogo, foi assim contra o Santos e foi assim no duelo desta quinta-feira(30).

As duas maiores contratações do clube nos últimos anos, precisam melhorar o desempenho para ajudar o Rubro-Negro nos jogos restantes e principalmente nesta final de Copa Sul-Americana, a técnica a experiência da dupla pode ser fundamental para o título.

Se a base vem correspondendo, ao lado dos consagrados o desempenho pode ser potencializado e desta forma o Flamengo pode ter, enfim, o time equilibrado e competitivo que sonhou durante todo o ano, mas as “estrelas” precisam jogar bola.

O Flamengo encara o Indepediente, da Argentina, na próxima quarta-feira(6), na casa do adversário no primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, a partida da volta acontece no dia 13, no Maracanã.

Fonte: www.goal.com/br
ViverDoFutebol.com

Por | Website

A equipe do VDF está sempre muito bem informada para colocar as melhores notícias do mundo da bola aqui no blog.

Receba por email análises e dicas de investimentos em futebol. O cadastro é gratuito!

Fique tranquilo! Também odeio spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!